terça-feira, dezembro 12, 2006

Amor á camisola (ou a falta dele)!

A desculpa mais recorrente quando se perde um jogo.

“O que eles querem é receber no fim do mês e o resto que se lixe”

“Eles querem lá saber da clube…”

De certeza que todos nós já ouvimos isto, uns aceitam e permanecem calados, outros não aceitam mas permanecem calados e outros não aceitam e não se calam.

Mas afinal o que é que é isto do amor á camisola?

Quem é que deve sentir esse tal amor?

Acima de tudo, mais do que um amor irracional, é sobretudo uma questão de respeito, que deve ser sentida não só pelos jogadores mas por todos os adeptos.

É destes últimos (essencialmente porque os primeiros não nos tem deixado ficar mal e contra factos não há argumentos) que gostaria de falar.

Ainda me lembro, não há muito tempo atrás, de ver o velhinho Dr. Moreira da Cruz, repleto de gente, numa altura em que vinha gente de todo o concelho e que não havia lugar nenhum no “peão” que não tivesse ocupado.

Sentia-se Fornos nessa altura e isso sim era amor á camisola, primeiro sentido pelos adeptos e por consequente sentida pelos jogadores.

È com pena que vejo quase sempre as mesmas pessoas os jogos da Desportiva, dando a entender que o futebol é um desporto de elite e inacessível para o resto do concelho!

Á que fazer mais e melhor, para que se volte a ver o estádio cheio.

Penso que, mais do que a falta de amor á camisola é preocupante e crescente falta de amor á NOSSA TERRA e a nossa região.

É com este post, que deixo o repto, para este domingo apoiarmos a NOSSA Desportiva e como no nosso meio, a palavra conta muito, passa a palavra e traz tu também um amigo!

Viva ADFA !

6 comentários:

Anónimo disse...

Embora referindo-se ao desporto e neste caso ao futebol, o meu amigo tocou numa ferida que eu tambem tenho tocado.
Realmente nota-se muito a falta de amor a nossa Terra e a nossa regiao, desamor esse que se reflete no comodismo na fatalidade e no desanimo, tenho notado isso mesmo nos ultimos tempos que a nossa terra volto.
E como eu gostaria de poder ajudar a inverter essa tendencia.

Por Fornos tudo e, com um abraco.

Sérgio disse...

Caros ULTRABEIRÕES, é com enorme gosto que li este post, meteu o dedo na ferida.
Será que as pessoas em Fornos querem que este grande clube, exista ano após ano?
São sempre os mesmos , é uma realidade pretinente em Fornos de Algodres!
Amor á camisola, tambem passa pelos adeptos.
Apesar de na realidade do nosso tão pequeno e não arrojado distrito, sermos o clube que movimenta mais massa adepta!
Mas fica o repto, domingo contra o São Romão, o grupo de Trabalho conta com o apoio do publico Fornense!
Abraço Fornense!
Força ADFA

Anónimo disse...

Obviamente que quem como nós sente Fornos vêm com muita preocupação a situação actual do clube no que diz respeito ás assistências nos jogos. É verdade quando se diz que outrora num ano em que o fornos lutava para subir o peão estava sempre cheio, mas não nos podemos esquecer, que nessa altura para os adeptos a terceira divisão para um terra como o fornos, seria um feito fantástico, que orgulharia qualquer fornense. Infelizmente, e ao contrário do que deveria ter acontecido os dez anos de fornos na terceira divisão,fez com que para os adeptos a fornos estar na terceira divisão é uma coisa sem qualquer significado, quando a ideia deveria ser completamente a inversa! Ainda hoje quando percorro a faculdade e conheço alguém de outras cidades, vilas ou aldeias, a única fonte de conhecimento que essas pessoas têm da nossa terra, é o futebo, E numa terra cada vez mais periférica e com menos habitantes, o esquecimento pode ser o passo final a caminho do precipício.
Vamos portante inverter esta tendência, vamos acompanhar o clube e acreditar que não é por acaso que todos os que são realmente fornenses têm um orgulho enorme em ser desta fantástica Vila.
P.S: Hoje será o jantar de Natal da Desportiva e fazendo eu parte da equipa, gostava em primeiro lugar de vos dar os parabén. Em segundo gostava que me informassem sobre as pessoas que estão por detrás do blog, e por último se possivel, gostava que deixassem um link no blog para onde pudéssemos enviar algumas fotos do referido jantar e outros eventos que digam respeito á Associação Desportiva de Fornos de Algodres. Respondam para alexandre_lote@sapo.pt

Anónimo disse...

Peço desculpa por alguns erros existentes no meu comentário, mas pensava que dava para voltar a editar o comentario. De qualquer forma aqui ficam as correcções: "...e ao contrário do que deveria ter acontecido os dez anos de fornos na terceira divisão, fez com que para os adeptos o fornos estar na terceira divisão seja um coisa sem significado...", "...a única fonte de conhecimento que essas pessoas têm da nossa terra, é o futebol. Numa cada vez mais periférica e com menos habitantes...". Mais uma vez as minhas desculpas

Sérgio disse...

O que o nosso estimado Fornense Alexandre disse, é nem nem mais nem menos que a "dura" realidade, mas também tenho q referir, que com a criação dos ultrabeirões, algo poderá mudar.Estou disponivel para ajudar, naquilo q for preciso, pois Fornos de Algodres e a nossa ADFA merecem!
Quero também referir, que no Intervalo do jogo ADFA x São Romão, irá ser feita uma homenagem ao antigo presidente-Delfim Paulo Nunes, vamos marcar presença, para homenagear um HOMEM que tanto da sua vida deu a este clube(E deixou seguidores, visto que o Filho Carlos Nunes também ja foi Presidente da ADFA).
Abraço Fornense!
Não somos diferentes, somos só o melhor Clube do distrito da Guarda!

Anónimo disse...

Caso desejem, podem contar sempre comigo para divulgar Fornos, seja futebolisticamente seja em qualquer outra area. Como vos desejo o melhor para a nossa terra.

Um abraco fornense.